• White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
PARANÁ

O comércio bilateral total da Argentina com o Estado do Paraná é de cerca de USD 3,3 Bilhões. Do ponto de vista da Argentina é mais importante do que o comércio nacional com a França e a Itália juntos.


A Argentina é o segundo parceiro comercial do Estado do Paraná, tanto para importações quanto para exportação (o primeiro é a China, e o terceiro EUA).

 

Tanto para a Argentina como para o Paraná, o comércio bilateral é qualitativamente destacado, porque trata de bens com alto valor agregado. É um comércio mutuamente "saudável" que gera trabalho em ambos os lados da fronteira, podendo-se dizer que é simétrico e complementar.

 

A integração de matrizes produtivas nos setores automotivo, agrícola e pecuário, apesar do recente aumento nas dificuldades fronteiriças e administrativas, é muito importante, sinérgico e benéfico para ambas as partes.

 

A Argentina e o Brasil, através do Estado do Paraná e da província de Misiones, compartilham as Cataratas, um dos recursos turístico-naturais mais importantes da humanidade. Não coincidentemente, Iguazú (ou Iguaçu) foram cenários dos avanços mais significativos em termos de integração bilateral, lançando as bases do próprio Mercosul.

Na esfera social, o Paraná assim como a Argentina, é o produto de importante fluxos de imigrações (de europeus) o que nos aproxima culturalmente e nos faz compartilhar uma visão de mundo.

 

Em assuntos internos, o Estado do Paraná tem suas contas fiscais em ordem e equilibradas.
A sua estrutura econômica de exportação dupla, forte em questões agrícolas e industriais, permite que saia mais rápido das crises.